sábado, 10 de setembro de 2016

Cinco filmes românticos que têm tudo a ver com literatura


Hoje a coluna Das páginas para as telas está de volta, mas em um formato um pouco diferente. Me pediram para indicar filmes românticos, então, ao invés de falar em detalhes sobre um único filme, fiz uma lista com cinco indicações. Escolhi para a lista alguns dos meus favoritos e que têm tudo a ver com literatura.
Vocês vão perceber ao longo da lista, que nem todos os filmes escolhidos são adaptações exatas dos livros. No entanto, em todos eles vocês vão encontrar algum vínculo com a literatura.

1 – 10 coisas que eu odeia em você
Elenco: Julia Stiles, Heath Ledger, Josph Gordon-Lewit
Direção: Gil Junger
Ano: 1999 / Nacionalidade: EUA

            Escolhi esse filme para começar a lista por ser uma das minhas comédias românticas favoritas (e de muita gente, né?). Além disso, algumas pessoas não sabem, mas trata-se de uma versão moderna do clássico de William Shakespeare, A megera domada.
            Na trama, duas irmãs com personalidades muito diferentes, Katy e Bianca, são criadas por um pai super-protetor. Enquanto, Katy, a mais velha, é desprezada pela maior parte das pessoas na escola por seu jeito mais “agressivo”, Bianca é uma das populares e logo chama a atenção de dois alunos. O problema é que o pai delas estabelece uma regra que Bianca só poderá namorar, quando Katy tivesse um namorado, algo que ela não pretende fazer tão cedo.
            Para resolver a questão, Cameron, um dos colegas interessados em Bianca, tem a ideia de pagar alguém para sair com Katy. O escolhido é Patrick Verona, um estudante misterioso que parece ser o único que não é intimidado pelo jeito de Katy.
         Esse filme foi responsável por lançar Heath Ledger para o estrelato e, só por isso, já vale a pena ser assistido. No entanto, a história é muito engraçada e apaixonante, daquelas que dá vontade de assistir de novo várias vezes. Além disso, 10 coisas que eu odeio em você tem algumas das cenas mais marcantes do cinema quando o assunto é comédia romântica. Então, se você ainda não viu, está perdendo tempo. E, se já viu, por que não ver de novo?


2 – Shakespeare apaixonado
Elenco: Joseph Fienes, Gwyneth Paltrow, Judi Dench, Colin Firth, Imelda Staunton
Direção: John Madden
Ano:1996 / Nacionalidade: EUA/ Reino Unido
         Já que o filme anterior era uma releitura de um livro do Shakespeare, por que não incluir um sobre o próprio autor?  Em Shakespeare Apaixonado é criada uma história em que o famoso escritor teve um período de bloqueio criativo no qual não conseguia escrever nenhuma peça. Tudo muda quando ele conhece a jovem Viola, que tinha grande admiração por ele e sonhava em atuar, algo proibido para as mulheres. Para burlar a lei, Viola se disfarça de homem para se aproximar de Shakespeare e ensaiar com ele. Assim, a inspiração ao autor retorna e ele volta a escrever. No entanto, a família dela decide casá-la com Lord Wessex, ameaçando a felicidade deles.
         Apesar de não ser inspirada em fatos reais, é um filme leve e romântico, repleto de referências à obra de Shakespeare. Com certeza, vai agradar aos fãs de filmes românticos e quem gosta da obra do autor.


3 – Muito bem acompanhada
Elenco: Debra Messing, Dermont Mulroney, Amy Adams, Jack Davenport, Jeremy Sheffield
Direção: Clare Kilner
Ano: / Nacionalidade: EUA

            Esse, confesso, foi surpresa até para mim. Quando assisti “Muito bem acompanhada”, amei a história e os personagens. É um filme leve, divertido e romântico. O que eu não sabia é que ele é inspirado em um livro. Trata-se da adaptação do livro Asking for trouble, de Elizabeth Young.
          O filme conta a história de Kat Ellis, uma mulher que havia sido abandonada pelo noivo dois anos antes e se mudado para os EUA. No entanto, sua irmã caçula agora irá se casar e ela precisa retornar e reencontrar seu passado, uma vez que seu ex-noivo será padrinho no casamento. Para mostrar que já superou a situação, Kati contrata Nick para se passar por seu namorado. O que ela não esperava era que uma relação que deveria ser profissional e de fachada iria confundir seus sentimentos.



4 – A casa do lago
Elenco: Sandra Bullock, Keanu Reeves, Christopher Plummer, Dylan Walsh
Direção: Alejandro Agresti
Ano: 2006 / Nacionalidade: EUA
           
        Este filme é um dos meus queridinhos quando se trata de romance e foi o responsável por me apresentar um livro se tornou um dos meus preferidos. Apesar de não se tratar exatamente de uma adaptação ou releitura, A casa do lago faz diversas referências à Persuasão, da Jane Austen.
          O filme traz a história de um amor que supera o tempo. Mas não é apenas no sentido de um casal que passa um longo período afastado até se reencontrar: os dois protagonistas estão em tempos diferentes; mais precisamente, dois anos de distância. Kate vive em 2006, Alex em 2004. Kate acabara se mudar da casa do lago em que vivia em Illinóis para um apartamento em Chicago e escreve pedindo ao novo inquilino da casa que encaminhe as suas correspondências para lá. No entanto, Alex responde afirmando que ninguém havia morado ali antes dele. Os dois começam a trocar cartas e descobrem que estão, de fato, vivendo em anos diferentes.


5 – Brooklyn
Elenco: Saoirse Ronan, Emory Cohen, Domhnall Gleeson, Jim Broadbent e Julie Walters.
Direção: John Crowley
Ano: 2015 / Nacionalidade: Irlanda, Reino Unido, Canadá
           
         Indicado ao Oscar de Melhor Filme deste ano, Brooklyn foi uma surpresa para mim.  Trata-se de uma história leve e encantadora, adaptada do livro homônimo de Colm Tóibín.
           O filme conta a história da jovem irlandesa Ellis, que consegue um emprego nos EUA, mas precisa deixar a família para traz. Em Nova York, Ellis vai morar no bairro Brooklyn, onde tentará começar uma nova vida. No entanto, a adaptação dela a um país diferente é difícil no começo e ela se sente muito sozinha. As coisas se tornam mais fáceis quando ela conhece e se apaixona por um jovem bombeiro italiano que a ajuda nesse processo de transição. No entanto, ela logo fica dividida entre dois países e entre o amor que sente por Tony e o dever que tem com sua família.



         Gostaram das indicações? Me contem aí nos comentários se já assistiram algum ou pretendem assistir. Além disso, quando quiserem sugerir algum tema, podem falar aí nos comentários ou pela página no Facebook. O quê? Ainda não segue a fanpage do blog? Então, aproveita o link na barra lateral e comece a seguir agora, para não perder nenhuma novidade. 

Um comentário:

  1. Oii! 10 coisas que eu odeio em você é muitoo legal, já assisti mais de uma véz!! Os outros ainda preciso assistir! Ótimas dicas! Beijos!
    http://www.deixameser.com.br

    ResponderExcluir

Copyright © 2013 | Design e C�digo: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal