quarta-feira, 30 de março de 2016

[Especial] Harry Potter e a Câmara Secreta

Autora: J. K. Rowling
Editora: Rocco
Páginas: 287

Em fevereiro, eu dei início ao projeto Especial Harry Potter, me propondo a falar todo mês sobre um dos livros da série Harry Potter. Já foi delicioso voltar a esse universo mágico relendo Harry Potter e a Pedra Filosofal, mas no segundo livro da série, Harry Potter e a Câmara Secreta, a experiência foi ainda melhor.
Neste segundo livro, Harry retornou para mais um ano letivo em Hogwarts, após um verão péssimo com os Dursley. Apesar da alegria inicial por estar retornando ao lugar onde se sente em casa, Harry logo percebeu que seu ano não seria fácil. Além de ter que lidar com as provocações de seu inimigo Draco Malfoy e as implicâncias do professor de poções, Severo Snape, Harry precisou enfrentar um perigo ainda maior: a Câmara Secreta foi aberta e um monstro escondido nela foi libertado, ameaçando todos os alunos nascidos trouxas.
Um dos aspectos que mais gostei de reler esse livro foi observar como J. K. Rowling conseguiu criar um clima de suspense nesse livro, sem perder a magia e a inocência que marcaram o primeiro livro. Apesar da trama ser mais sombria que a do primeiro livro, Harry Potter e a Câmara Secreta é repleto de momentos leves e engraçados, mantendo o clima lúdico e infantil.
Outro ponto positivo de estar relendo a obra é perceber como J. K. Rowling conseguiu amarrar bem as histórias de todos os livros, até nos mínimos detalhes. Muitas coisas que acontecem nesse livro, são importantes para o desenvolvimento dos próximos livros, embora, com certeza, eu não tenha percebido da primeira vez que li.
A cada vez que releio Harry Potter, me encanto com a riqueza do universo criado por sua autora. É impossível não ficar fascinado com os detalhes imaginados por ela, que vão desde feitiços, poções e lugares, até os detalhes do funcionamento da sociedade bruxa, incluindo departamentos do Ministério da Magia. Além disso, é impressionante a facilidade de J. K. Rowling para prender o leitor. Mesmo já conhecendo a história, eu não conseguia parar de ler, me divertindo nos momentos engraçados e ficando tensa nos momentos de suspense.
A única coisa que me incomodou um pouco foi que no começo vários elementos de Harry Potter e a Pedra Filosofal são explicados novamente. Achei que isso atrapalhou, pois tirou um pouco do ritmo da história, além de ser desnecessário, uma vez que ainda é preciso ler o primeiro livro para compreender totalmente a história do segundo.
No entanto, essa foi a única ressalva feita a este livro. Em Harry Potter e a Câmara Secreta, J. K. Rowling mantém todos os aspectos que fizeram de A Pedra Filosofal um sucesso e aprimora ainda mais a sua escrita. Aqui achei que a autora soube construir melhor o clímax de história, sem resoluções apressadas. Além disso, acho que ela soube dosar muito bem o clima mais sombrio com a inocência e a leveza que a idade do seu protagonista requeria.
O que mais me marca dessa experiência é poder sair um pouco da realidade e mergulhar nesse universo mágico criado por J. K. Rowling. Afinal, como disse Dumbledore: “Hogwarts sempre estará lá para ajudar a quem dela precisar”.     

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2013 | Design e C�digo: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal